Ideias . A construção do futuro começa aqui

O presente local de um país do futuro continental. Proposta inicial

Para que se possa desenvolver um projeto costumizado, em nosso país, a proposta é dividi-lo em quatro macro regiões. Cada uma delas tem sua peculiaridade em nível de bioma, em nível de cultura, características únicas. Em viagens pelo Norte e Nordeste, Sul, Centro Oeste e Sudeste, encontramos, além de paisagens díspares, culturas específicas e possibilidades diferenciadas de construção. No Norte, fibras naturais, madeiras não nobres e estruturais, necessidade de conforto térmico (calor úmido), diversidade cultural recente (função de fluxo migratório sudeste/nordeste para atendimento de demanda por mão de obra). A casa proposta, cuja formatação há que ser flexível, contará com materiais locais e terá embasamento na cultura primitiva da região. Assim serão desenvolvidos os projetos para as outras regiões, sempre com foco nos materiais mais à mão. Outros aspectos, tais como automação, comunicação, energia, seguirão padrões relativos à cultura da região.

Para comentar, você precisar estar logado

Antonio José Setto

29235 pontos - 3° lugar no ranking

Quais as possibilidades de materiais considerando a diversidade do Brasil?

Antonio José Setto

29235 pontos - 3° lugar no ranking

A proposta é que sejam feitos projetos para diferentes regiões do Brasil. Podemos utilizar o mesmo 'chassi' no entanto, o lay out (proposto seja flexível), os materiais de acabamento, fundações, estrutura e cobertura, devem ser locais. Menor custo em transporte, menor agressão ao ambiente, mais praticidade, conhecimento da mão de obra, enfim, obras sustentáveis.

Antonio José Setto

29235 pontos - 3° lugar no ranking

Vamos à prancheta, ops, à tela do sketchup! Definimos a planta, a categoria estrutural, agora nos falta definir a região em que iremos construir a casa em 2040. . . Ou não? Vamos selecionar os materiais comuns por região e trabalhar com os acabamentos, mesmo estrutura com esses materiais.